Lapa FM

Confira os eventos, promoções e novidades em Amélia Rodrigues e Região. Aqui, no Lapa FM!

Amélia Rodrigues: A discussão sobre o Projeto 010/2017( antecipação de crédito para o executivo)

Amélia Rodrigues: A discussão sobre o Projeto 010/2017( antecipação de crédito para o executivo)

Na última sessão da Câmara de Vereadores do Município, realizada na terça-feira passada (16/05), o assunto mais discutido foi o Projeto de nº 010/2017 encaminhado pelo Poder Executivo solicitando a autorização para uma operação bancária de antecipação de crédito no valor de R$14 Milhões.

Segundo os esclarecimentos que foram dados por alguns vereadores que são favoráveis ao Projeto, trata-se do adiantamento de uma parte do montante de R$ 32 Milhões que a Prefeitura receberá de uma ação impetrada junto ao FUNDEB/FUNDEF no ano de 2003, cujo resultado vitorioso aconteceu em 2007.

JUSTIFICATIVA

Como já foi amplamente divulgado pelo Site AMÉLIA NEWS e pelo programa BOM DIA CIDADE da Rádio Lapa FM, os vereadores que desde o início apoiam o Projeto, têm alegado que o município está passando por muitas dificuldades e que essa verba ajudaria a resolver problemas como a prática do esporte, cultura e, sobretudo a recuperação de várias escolas que se encontram em situação de ruínas.

” O município está numa situação muito difícil. Não temos condições de desenvolver a prática esportiva. As quadras precisam ser recuperadas. Temos escolas que precisam ser reformadas com urgência, porque estão sem condições de funcionamento… esse adiantamento serviria para essas coisas”, disse o vereador Arlindo, na sessão passada.

PRUDÊNCIA

Vereadores que não aderiram imediatamente ao referido Projeto, alegaram a necessidade de um aprofundamento para compreender melhor, por se tratar de um valor muito alto, que vai resultar em um compromisso mensal de R$ 350 Mil para o município, conforme taxa prevista de 2,5.

Assim como outros legisladores, o vereador Antonio Gustavo, fez questão de falar que, naquele momento, sua posição de não favorável, não deveria ser considerada uma posição definitiva contra o Projeto. “ A responsabilidade é grande. Precisamos de orientações técnicas para fazer tudo com muita consciência. Trata-se de um Projeto de magnitude… um projeto grande!”, disse o vereador.

TRIBUNAL DE CONTAS

Diante dessa perplexidade, a presidência da Câmara convidou os vereadores para um encontro com técnicos do Tribunal de Contas, para quinta-feira (18/05 que já aconteceu), “a fim de buscar as orientações necessárias, para que possam tomar uma posição que seja a melhor para todo o município”, disse o presidente, vereador Daniel Marinho.

PRÓXIMA SESSÃO

Agora que os vereadores já refletiram mais sobre o assunto, resta à comunidade, aguardar a sessão da próxima terça-feira (23), para saber mais a respeito do pensamento de cada um deles, sobre a questão.