Lapa FM

Confira os eventos, promoções e novidades em Amélia Rodrigues e Região. Aqui, no Lapa FM!

Bancos, escolas públicas e Uefs ficam sem funcionar devido a paralisação dos vigilantes

Bancos, escolas públicas e Uefs ficam sem funcionar devido a paralisação dos vigilantes


Em Feira de Santana e cidades vizinhas, devido ao movimento da categoria, agências bancárias não vão funcionar, como também a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), escolas da rede municipal e estadual, além de algumas unidades de saúde.

 

Vigilantes de todo o estado da Bahia paralisaram as atividades nesta quarta-feira (24), reivindicando reajuste salarial e outros direitos trabalhistas. Em Feira de Santana, devido ao movimento da categoria, agências bancárias não vão funcionar, como também a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), escolas da rede municipal e estadual , além de algumas unidades de saúde.

 

Juraci Mendes, secretário do Sindivigilantes, informou que a categoria decidiu parar porque há quatro meses vem negociando com os patrões o reajuste salarial e eles só ofereceram 1%.

“Queremos o percentual que é a inflação, mais 10% de ganho real e R$20 de ticket refeição. Na negociação que nós fizemos em oito rodadas só foi oferecido 1% de reajuste.Ainda por cima querem retirar os nossos direitos. Não houve avanço e em virtude disso houve paralisação. Pedimos a todos os colegas que venham pra luta porque se não lutarmos nós não vamos alcançar o que desejamos. A greve é por tempo indeterminado, até que os patrões se conscientizem, chamem a gente para negociar e ofereçam uma proposta decente para a categoria”, enfatizou.

Escolas da rede municipal e estadual suspenderam as aulas

Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Marlede Oliveira também não haverá aula porque muitos professores vão participar em Brasília e em Salvador de manifestações contra o governo do presidente Michel Temer e também contra as reformas da previdência e trabalhista. “Hoje é dia de manifestação em Brasília e nós enviamos três caravanas. A APLB vai participar de atos também em Salvador. Desde ontem já avisamos aos pais e mandamos anúncios para a imprensa para informar que não haverá aula”, declarou

 

FONTE: ACORDA CIDADE

FOTOS: Paulo José